A recente série de notícias ruins – parte 2

A cultura indígena, que o Estado e os antropólogos usam convenientemente para criar entraves para a pregação do Evangelho, se desmorona diante da imposição da ideologia do controle da natalidade e vacinas.

No final do século XIX, a moda em alguns lugares da Europa era ter, nos zoológicos, um espaço para a amostragem de uma exótica espécie: os índios.

Com o progresso da antropologia, os espaços indígenas dos zoológicos foram abolidos, para dar lugar aos zoológicos humanos em seu próprio habitat. Esqueça a antropologia guiada pelos princípios racistas e eugênicos do nazismo. A antropologia moderna avançou muito mais, distanciando-se de alguns elementos do extremismo estatal nazista (que significa nacional socialista), mas abraçando o extremismo estatal socialista, tão anticristão quanto o nazista.

O que muitos chamam hoje de cultura indígena é nada mais do que cultura estatista, ou cultura tutelada pelo Estado, onde os índios, por determinação dos governantes e dos caprichos de suas leis, enfrentam grandes dificuldades para ter acesso ao Evangelho de Jesus Cristo, mas têm enorme facilidade de acesso aos métodos de controle da natalidade e vacinações, imponentes símbolos modernos da intrusão estatal na vida das pessoas.

A cultura indígena, que o Estado e os antropólogos usam convenientemente para criar entraves para a pregação do Evangelho, se desmorona diante da imposição da ideologia do controle da natalidade e vacinas. Através de uma engenhosa intervenção estatal, as empresas farmacêuticas e sua ideologia de ganancia têm uma liberdade de penetração em tribos indígenas que nenhum missionário cristão ousaria sonhar.”

Tinha de ser. Tinha de ser. Tinha de ser. TINHA DE SER A TURMA DO VILÓSOFO.

A série de bobagens com interpretações francamente forçadas e uma completa idiotia (do grego idios – fechado em si mesmo) me deixa até meio assim de criticar esse treco. Por onde eu começo?

Como estou sem tempo, vou deixar vocês só com a mais divertida:

1) Nazismo = nacional socialismo

2) Hmm… socialismo…

3) Logo, nazismo = socialismo.

4) Ora, socialismo = esquerda.

5) Logo, nazismo = esquerda.

Q.E.D.

Advertisements

1 Response to “A recente série de notícias ruins – parte 2”


  1. 1 Igor June 26, 2011 at 23:50

    E ainda tem gente que reclama do humor brasileiro! Cada linha dessa garotada é pura diversão!


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s




Últimas piadas

Calendário gregoriano

June 2011
M T W T F S S
« Apr   Jul »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Almas perdidas

  • 9,926 almas

%d bloggers like this: